Notícias

Motoristas do Uber: Paralização mundial por 24 horas.

Condutores incomodados com práticas da empresa irão desligar o App

Parte dos motoristas do Uber no Brasil decidiram aderir ao movimento internacional de protesto contra a empresa em razão da abertura de capital do aplicativo na Bolsa de Valores, que deverá ocorrer nesta sexta (10/05/2019).

Por aqui, associações e condutores sugerem que todos desliguem o aplicativo no dia 08/05/2019.

A adesão à greve parte tanto de motoristas independentes quanto de associações estaduais – envolverá ao menos São Paulo, Rio de Janeiro, Minais Gerais, Rio Grande do Sul. Tocantins, Pernambuco, Espírito Santo e Bahia. A comunicação entre os condutores se dá por grupos de WhatsApp e Telegram, além de páginas do Facebook.

Os motoristas não conseguem estimar o potencial do ato, já que há apenas uma “sugestão” para que todos os condutores incomodados com práticas da empresa desliguem o App. Além disso, um ato convocado por motoristas está programado para acontecer em São Paulo, no Vale do Anhangabaú, na manhã desta quarta (8). Eles devem se deslocar até a Bolsa de Valores paulista.

“Quem está se sentindo descontente é só desligar o aplicativo, isso que recomendamos. Não só da Uber como outros, já que todos estão com preço defasado”, disse Eduardo Lima, presidente da Amasp (Associação dos Motoristas de Aplicativo de São Paulo).

Por trás do ato mundial, que começou com um movimento norte-americano, está a tentativa de motoristas terem aumento no valor recebido. A sugestão é que haja um reajuste na tarifa básica cobrada do passageiro, além de aumento no valor por quilômetro rodado.

Fonte: Uol 

Voltar

Call Now Button
Compartilhe

Desenvolvido por Company